15 de ago de 2013

Vida simples, assim.




Mas a vida tá tão boa. Discurso bla bla bla que a vida tem que ser assim assado. Deixando a teoria de lado, essa vida prática simples vivida sem querer demais nem de menos, sem esperar de mais nem de menos. Viver vivendo, sabe? Sem muito pensar, imaginar, conspirar... Daquele tipo bem assim: às vezes de saco cheio, às vezes entusiasmada, às vezes horrorosa, às vezes linda, outras agitada e as vezes quase sempre...serena (isso sim é bom!). Um pouquinho de dor nas costas (velha!) e uma vontade louca de sair correndo...Um pouquinho da sabedoria de rir muuuuito de si. Um pouquinho de suspirar, jogar os braços e assim como a Manu, falar de vez em quando: Ahhhhhhhhhhhh! Hunf!  E não é que ando vivendo a vida que fiquei discursando a vida inteira? Vida leve, simples e feliz. Atraindo para o meu lado gente assim: leve, simples e feliz! E hoje entrando em casa com a Manu dormindo no ombro, uma sacolona de Papai Noel em outro ombro cheio das roupas lavadas, quase derrubando tudo, me olhei no espelho toda desengonçada e achei a vida boa demais. E dei uma choradinha de emoção hahahahah. Pra ficar melhor mesmo, quero ver mais meus amigos!



Vida simples, assim.

14 de ago de 2013

Vida





Mas a vida tá tão boa. Discurso bla bla bla que a vida tem que ser assim assado. Deixando a teoria de lado, essa vida prática simples vivida sem querer demais nem de menos, sem esperar de mais nem de menos. Viver vivendo, sabe? Sem muito pensar, imaginar, conspirar... Daquele tipo bem simples, assim: às vezes de saco cheio, às vezes entusiasmada, às vezes horrorosa, às vezes linda, outras agitada e as vezes quase sempre...serena (isso sim é bom!). Um pouquinho de dor nas costas (velha!) e uma vontade louca de sair correndo de alegria!...Um pouquinho da sabedoria de rir muuuuito de si. Um pouquinho de suspirar, jogar os braços e assim como a Manu, falar de vez em quando: Ahhhhhhhhhhhh! Hunf!  E não é que ando vivendo a vida que fiquei discursando a vida inteira? Vida leve, simples e feliz. Atraindo para o meu lado gente assim: leve, simples e feliz! E hoje entrando em casa com a Manu dormindo no ombro, uma sacolona de Papai Noel em outro ombro cheio das roupas lavadas, quase derrubando tudo, me olhei no espelho toda desengonçada e achei a vida boa demais. E dei uma choradinha de emoção hahahahah. Pra ficar melhor mesmo, quero ver mais meus amigos!

Vida simples, assim.

16 de dez de 2011

ELA, MANOELA

Meu maior presente
Minha melhor companhia
Amor igual não conhecia
Ela,
Manoela
abriu toda a janela
da vida que se escondia.

com amor,
Mãe da menininha risonha que me acordou pra vida.

7 de jul de 2011


QUE AS MARCHAS TIREM A GENTE DA LETARGIA..


A gente vai se acostumando, não se vê mais a gente se indignando...

Letargia.

E é como ao andar pelas calçadas e tropeçar nos moradores de rua todos os dias. Pois é, a gente vai se acostumando com a cena, com a situação e no corre corre dos nossos dias, nem percebemos mais. Já parece NATURAL.

E parece que é assim também ao assistirmos os noticiários e opa, mais um ministro envolvido em corrupção pede demissão. O deputado deixa de ser secretário, volta a ser deputado para votar como diz o patrão. Ex-corruptos voltam ao poder, os Cássios, os Antonios... E a gente parece que vai se acostumando, não se vê mais a gente se indignando. Já parece NATURAL.

Mas as marchas, espero que as marchas não sejam festas para fazer catarse coletiva. Que elas sirvam para reacender a INDIGNAÇÃO e tirem a gente da LETARGIA.

Que as marchas rompam nosso dias...