15 de ago de 2013

Vida simples, assim.




Mas a vida tá tão boa. Discurso bla bla bla que a vida tem que ser assim assado. Deixando a teoria de lado, essa vida prática simples vivida sem querer demais nem de menos, sem esperar de mais nem de menos. Viver vivendo, sabe? Sem muito pensar, imaginar, conspirar... Daquele tipo bem assim: às vezes de saco cheio, às vezes entusiasmada, às vezes horrorosa, às vezes linda, outras agitada e as vezes quase sempre...serena (isso sim é bom!). Um pouquinho de dor nas costas (velha!) e uma vontade louca de sair correndo...Um pouquinho da sabedoria de rir muuuuito de si. Um pouquinho de suspirar, jogar os braços e assim como a Manu, falar de vez em quando: Ahhhhhhhhhhhh! Hunf!  E não é que ando vivendo a vida que fiquei discursando a vida inteira? Vida leve, simples e feliz. Atraindo para o meu lado gente assim: leve, simples e feliz! E hoje entrando em casa com a Manu dormindo no ombro, uma sacolona de Papai Noel em outro ombro cheio das roupas lavadas, quase derrubando tudo, me olhei no espelho toda desengonçada e achei a vida boa demais. E dei uma choradinha de emoção hahahahah. Pra ficar melhor mesmo, quero ver mais meus amigos!



Vida simples, assim.

Um comentário:

Gabriel B.Z. disse...

Já que a vida não tem rumo ou fundamento...
Contentemo-nos, certo?